Google+ Badge

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Um misto de tudo e nada...




Vinha distraída,
com os olhos perdidos no horizonte
e o pensamento a galopar
 entre o azul do céu e do mar.

Tão cheios de esperança são uns dias,
tão vazios são outros...
Há dias em que somos tudo,
outros em que nos sentimos nada.

E quando me pergunto 
qual das personalidades me pertence,
não tenho duvida que as duas.

Sou um misto de tudo e nada,
que se perde no vazio de alguns dias,
para se reencontrar
na linha infinita que me leva a alma
e ma devolve pintada de azul e branco.

Quanta esperança 
há na linha do horizonte?

Tanta quanto a nossa capacidade de sonhar
e de acreditar que o mundo nos pertence.

Benvinda Neves