Google+ Badge

sábado, 9 de dezembro de 2017

O Paulo festejou 30 anos de vida...


Sou daquelas pessoas que considera especial
o dia de aniversário e que acha  importante festejar a vida.
A vida é um "presente pessoal"
que recebemos no dia do nosso nascimento
e que "cuidamos" até ao nosso ultimo dia.

Não escolhemos nascer rico ou pobre,
feio ou bonito, saudável ou doente,
mas todos devemos escolher
"querer ser feliz".

Há vidas mais fáceis e vidas mais difíceis.

Há trinta anos a minha amiga Nela foi mãe.
O Paulo nasceu com Síndroma de Klippel-Trenaunay,
uma doença rara, que afecta todo o sistema circulatório,
lhe provoca crescimento desproporcionado,
 visível dissimetria entre o lado direito e o esquerdo,
que afecta todos os seus órgãos internos
e já o levou muitas e muitas vezes ao bloco operatório.
É uma doença que provoca dores constantes
e que é limitadora no seu dia a dia.

Nenhum de nós vive pelo outro,
por muito que o ame acima de tudo no mundo.
Grande foi sempre a luta da Nela e do Jorge, como pais,
 a correr com o Paulo constantemente para o hospital
e a sofrer com o seu sofrimento.
Mas o "Guerreiro-vencedor" - tem sido o Paulo,
 que é aquela pessoa que nos dá uma grande 
lição de vida.

Raramente o ouvimos queixar-se, 
tem sempre um sorriso (mesmo na cama do hospital, como já vi),
 tem aquele "vozeirão" que enche o lugar onde estiver 
e aquela simplicidade que o faz ter muitos amigos,
que admiram a sua força de viver.

Dia 7 de Dezembro,
 o Paulo festejou 30 anos de vida...
(os seus primeiros trinta, como vi que escreveu na sua página),
tive o prazer de ser convidada para o jantar 
que reuniu entre familiares e amigos mais de quarenta pessoas.

Não podia deixar de assinalar como especial a data,
dizer-lhe que a sua  grande felicidade
 contagiou todos os presentes.

Ao Paulo:
que venham mais 30 pelo menos duas vezes...
Felicidades, amigo.



Para quem desejar conhecer o Paulo Simão:

http://psimao2016.wix.com/psimao

Benvinda Neves