Google+ Badge

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Aves de Rapina...


Costumam estar em exibição no claustro 
do Palácio / Convento de Mafra
e fascinam-me sempre que as vejo.

São Aves de Rapina...
que são dependentes de tratadores,
pertencem à "Ambifalco", falcoaria da Tapada de Mafra,
 que promove a educação ambiental com aves de rapina.

Há sempre uma série de adultos e crianças, 
que tal como nós,
 admiram as aves e fazem muitas perguntas
sobre o que comem e como vivem.
Todas as  perguntas têm resposta 
e sempre com muita cordialidade.

Curiosamente, um dia da semana passada,
logo pela manhã,
vi um jovem a passear uma águia,
 solta pelo campo.
Pensei que ela voaria e não voltaria mais,
mas durante os dez minutos que observei,
andou de árvore em árvore e voltava à sua mão.
Nunca pensei ver  tal.

Não percebo nada de aves de rapina,
mas o falcoeiro que estava com estas em Mafra
disse-me que algumas desenvolvem 
relações de afecto com os tratadores.
A provar, colocou-se junto ao Bufo-Real fêmea,
que se aninhava no seu pescoço e parecia beija-lo.

Que o seu cativeiro sirva para consciencializar
que precisamos conhecer,
amar e respeitar todas as espécies
e que é urgente educação ambiental.















Benvinda Neves